Leis

ANIF, Associação Nacional de fotógrafos Profissionais,associação, associação de fotógrafos profiossionais, associação nacional de fotógrafos, associacao fotografos profissionais, fotógrafos profissionais, fotografos profissionais, photograph, associaçao, formação de fotografia, fotografia digital, modelos, workshop fotografia, fotografia de moda, fotografia de publicidade, fotografia de autor, profissionais de fotografia, cursos fotografia, cursos, fotografia de casamento, fotografia,fotografos, photos, , fotógrafos, fotografia de estudio, crianças, bébés, grávidas, reportagens, casamentos, baptizados. Carlos Vilas, fotografia, Carlos Vilas, rosa vilas, Rosa Vilas, Um navegador que suporte frames é necessário para ver esta página, Carlos Vilas, rosa vilas,Rosa Vilas,fotografia, fotografias, foto, fotos, portfolio, estudio, lisboa, roupa para grávidas, roupa para gravida, gravida, grávidas, gravidas, Grávida fotos, gravida fotos, foto grávidas, foto gravida, fotografia grávida, fotografia de gravidas, sessao de fotografia de gravidas, sessão de fotográfia de grávidas, mulheres grávidas, foto gravidas, foto gravida, estudio, estudio familia, foto familia, fotografia de família, fotografia de crianças, foto crianças, foto bebés, portugal, cidades, portugal, estudio, laboratorio, estudio, foto, album digital, livros digitais, fotografia, cursos, presidente, imagens, grandes formatos, colagens, molduras, rosa, fotografia bebe, foto bebes, casamento, vou casar, gravidas, gravida, fotografia de casamentos, vou casar, fotografia de baptizado, fotógrafo de baptizados,rosa vilas fotógrafa,presidente, anif, cursos de fotografia digital Carlos Vilas, Rosa Vilas, grávidas, bébés, familia, estudio, fotografia, fotografias de estudio, foto de grávidas, fotos, lisboa, portugal, cidades, aldeias de portugal, imagem digital, livros digitais, album de casamentos, vou casar, álbuns de casamento, baptizados, escolas, universidades, maternidades, escritório, escritórios, bancos, descobrir portugal, cidades de portugal, grande ampliação,grandes formatos, colagens, molduras, digitalizações, presidente, anif, impressões, scanner, slides, carlosvilas fotografos,rosa vilas fotógrafa, sessões de grávidas, preparação pré e pro parto, parto, recem nascidos, fotografia de familia, fotografia de casamento, fotografia profissional, fotógrafos profissionais, fotografo profissional gymenaestrada, carlosvilas fotografos,rosa vilas fotógrafa, seccção de estudio, Carlos Vilas, rosa vilas, Rosa Vilas,fotografia, fotografias, foto de familia , fotos de crianças , gravidez, estudio, fotografia de grávidas, fotografia gravidas, fotografia de casamento, fotografia de baptizados, grávidas, barrigas de amor, barrigas de amor 2009, barrigas de amor 2010, brides parade, brides, brides parade 2010, festas, organização de eventos, eventos, fotografos portugal, fotógrafos de portugal, lux, vip, foto de grávidas, maternidade, infantarios, infantários, foto bebés, fotografia de bebés, album digital, fotografia de casamento, livros digitais, fotografia de eventos, colégios, universidades, escritórios, gravidez menstruação, enjoo na gravidez, sinais gravidez, calendário gravidez, sistomas gravidez, gravidas, gravida, foto mulher gravida, barrigas de amor,guia de familia, guia de família, foto de barrigas, gestante, fotografia de gestante, foto para bebés, foto recem nascidos, foto bebe, foto bebés, fotografia de casamento, vou casar, gravidas, gravida, prendas para a mae, prendas dia da mãe, para a mae, prendas para a mãe, mãe, dia da mae, dia da mãe, gymenaestrada, baptizados, noivos, albuns digitais, livros digitais, noiva, casa, igreja, batismo, fotografia de familia, telas,fotografia de gravida, fotografia de bebé, fotografia de casamento, presentes natal, natal, prendas, parto,

Truques e Dicas

Edição da Imagem Digital

Metade do prazer está no acto de fotografar, a outra metade está na edição digital.
No passado recente esse prazer estava na câmara escura, onde se desvendava como por magia a imagem impressa em papel, hoje essa câmara escura está na ponta dos nossos dedos, a nova câmara escura "o computador".
(Ler mais...)  

Câmaras DSLR cinema


Com o advento da tecnologia as câmaras digitais SLR sofreram uma melhoria considerável. Passaram de 720p para 1080p com melhores processadores, mais formatos de compressão, melhores sensores, etc...
Para quem realiza filmes, cinema as DSLR tornaram-se uma ferramenta poderosa a baixo custo, comparado com o cinema profissional.

Vantagens

Mais leves e de tamanho reduzido
Objectivas intermutáveis desde (grandes angulares, zoom, telas)
Versatilidade e uma grande qualidade de gravação.

Negativa

O tamanho e peso, obrigando a compra de sistemas de estabilização, tripés, steadycam, ring, etc...
Foco é manual
O áudio não é de boa qualidade com o micro integrado obrigando a recorrer a micros externos.

As camara Nikon D90 y la Canon EOS 5D Mark II foram as primeiras câmaras DSLR vídeo profissional.



redrockmicro - steadycam, ring - http://store.redrockmicro.com/




Fotografar com pouca luz

O tempo de exposição afecta a indefinição da imagem.

(Ler mais...)

 

Tamanho dos Sensores das Câmaras Digitais

O tamanho do sensor tem a ver com o preço que estamos dispostos a pagar, o uso e portabilidade desejada.

A Canon 1Ds / 5D e Nikon D3 são as mais comuns com sensores full frame.
Normalmente as outras câmaras mais baratas da Canon têm um factor de corte de 1,6X, enquanto as da Nikon têm um factor de corte de 1,5X.
Os telemóveis com câmara e outras câmaras compactas têm um sensor na faixa de 1,4X estando neste momento a progredir para 4/3 com um factor de corte de 2X comparado ao 35mm.

DPI e PPI - Visualização e Impressão

Existe muita confusão com estes termos, mas entendê-los ajuda a imprimir melhores fotografias.

Ao exibir uma imagem digital num monitor, a única coisa que determina o tamanho da imagem é a contagem dos pixéis e a relação do aspecto, e DPI E PPI não significa absolutamente nada, será exibido uma imagem cheia no ecrã, não importa se o DPI está definido para 1 ou para 1000. Na web o navegador Internet Explorer redimensiona as imagens para caberem no ecrã. Os programas de edição de imagem tomam em consideração os DPI e PPI quando exibem as imagens.

PPI significa "pixéis por polegada" e é usado quase exclusivamente para impressão. A maioria das pessoas concorda que 320 PPI é o número ideal para impressão, acima disso é muito difícil ver a melhoria na qualidade da imagem. Abaixo de 1800 PPI percebe-se que existe uma queda significativa de qualidade.
Mudar os PPI muda também o tamanho da imagem se aumentar os PPI será maior em qualidade mas menor em tamanho.

DPI significa "pontos por polegada" é a propriedade de uma imagem, é a medida de quão finamente é injectada e espaçada as gotas de tinta numa impressão. Neste caso as configurações das impressoras são de 360 DPI, 720 DPI, 1440 DPI e 2880 DPI.
DPI controla a qualidade de impressão e mudar os DPI não altera o tamanho da imagem.

O que é ser FOTÓGRAFO?

Conhecimento
Identidade
Reconhecimento

Reflexão:

Saber o que se deseja fotografar

Conhecimento - Adquirir o conhecimento pela experiencia empírica, através de um curso, pelos livros, pelas revistas, pela partilha com outros profissionais.

Para se fotografar deve saber-se que tipo de imagem se deseja obter.

O primeiro passo é adquirir conhecimentos técnicos, dominar a câmara, as objectivas, o flash e ter grandes conhecimentos de luz.
Será muito frustrante perder o momento que tanto custou a conseguir por falta de conhecimento técnico

Na fotografia de pessoas isto é muito importante porque o seu êxito reside sobretudo em conduzir dirigir com habilidade os modelos.
É obrigatório ter bem claro a imagem que se pretende deles, logo há que procurar a forma de a pedir ou provocar.

Continua.....mais DICAS brevemente


Dicas para fotografar casais

O Dia dos Namorados (14 de Fevereiro) está a chegar e com ele uma boa altura para fotografar todo esse romance.
Fotografar casais apaixonados é fácil, eles agarram-se, beijam-se, fazem carinhos, riem e têm momentos de ternura que se expressa no olhar de um para o outro.
Parece fácil e até é, se soubermos exactamente o que fazer com todo esse amor.


Fotografe o casal no estúdio
No estúdio faça o casal sentir-se como se fossem modelos, deixe-os confortáveis eles acabarão por se soltar e dar umas boas fotografias.

Fotografe o casal no ambiente que lhe seja significativo
Fale com o casal e descubra qual o lugar que tem um significado especial para eles, praia, campo, algum acessório (automóvel, mota, barco, avião, etc.) que possa usar para que a sessão seja espectacular e ao mesmo tempo tenha um significado.


Os Casais adoram beijos mas não fotografe só isso
O beijo nos casais são importantes, mas tente ver para além disso, preste atenção aos momentos de ternura, de carinho, de risadas, de troca de olhares. Por vezes não é necessário olharem para a câmara para se obter boas fotografias.

Desejamo-vos fotografias belíssimas para o dia do Namorados


O significado das Siglas das Objectivas

Todas as objectivas têm umas letrinhas impressas que variam desde VR, EOS, DX, HSM, SWD, AS-F, entre outras.
Saber o que elas significam é importante quando se deseja compara uma lente.
As siglas embora sejam diferentes significam a mesma coisa, diferem de fabricante. Essas siglas mostram as características especiais da lente, desde o seu funcionamento até à qualidade dos elementos ópticos que a constituem.
Para ajudar na decissão da compra tem este guia de siglas dos principais fabricantes de objectivas: Nikon, Canon, Sony e Tamron.

Nikon

 

Canon

AI – Aperture Indexing

É o sistema que permite que as lentes comuniquem com a câmara através de um contato mecânico.

AI-S – Aperture Indexing

São basicamente as lentes AI, mas com suporte de novos recursos, como transmissão de abertura linear e modo programado para velocidade de disparo

AF – Auto Focus

São lentes preparadas para foco automático

AF-S – Build in Auto Focus Motor

Possuem motor de auto-foco embutido com um sistema de focagem mais rápida e silenciosa.

AF-G

Lentes controladas eletronicamente, não têm anéis no tambor. Os ajustes são feitos pela câmara, por isso não podem ser usadas nas câmaras mais antigas

D/G – Distance Information

Informam a distância entre a câmara e o que estamos fotografar, com a fotometria matricial 3D e sensor do flash, permitindo assim ao flash uma iluminação mais correcta e equilibrada.

DX – Para corpos de DSLR

São lentes exclusivamente desenhadas para câmaras digitais SLR da Nikon, levando em consideração o seu factor de corte. Como a área do sensor digital é menor que a de um filme 35mm, parte da luz que entra na camâra é desperdiçada por causa do tamanho do sensor. Não podem ser usadas nas camâras Full Frame

ED – Extra Low Dispersion Glass

Têm mais ganhos de nitidez e reprodução de cores. Com elementos de melhor qualidade, encontradas nas lentes mais caras fabricadas pela Nikon. Traz os benefícios das lentes feitas a partir de cálcio fluorite, mais resistentes

ASF – Aspherical Lens Elements

Nas lentes comuns os elementos ópticos são esféricos causando distorções de ângulos e cores, chamadas "aberrações esféricas". As lentes asféricas corrigem essas distorções, especialmente nas grandes-angulares.

CRC – Close-Range Correction System

Nas lentes olho-de-peixe, grande angular, macro e tele-objectiva média da Nikkor, o CRC promove uma qualidade superior de focagem em distâncias próximas e quando a distância aumenta.

IF – Internal Focusing

As lentes IF fazem a focagem sem alterar o tamanho. O movimento óptico é feito internamente, garantindo uma lente mais leve e compacta, além de realizar um foco mais rápido.

DC – Defocus Control Lens

Pode-se controlar o grau de aberração esférica em primeiro plano ou no plano de fundo. Pode-se acentuar a área desfocada girado o anel DC da lente. Ideal para destacar a pessoa fotografada num retrato, por exemplo.

RF – Rear Focusing

As lentes têm os seus elementos ópticos divididos em grupos específicos. Nas lentes RF, apenas os elementos traseiros se movem na focagem, aumentando a velocidade da operação de auto-foco.

VR – Vibration Reduction

Diminui o efeito do tremor das câmeras em fotografias de baixa velocidade.
A lente identifica o tremor do fotógrafo e, através de motores internos, corrige isso, permitindo fotografias mais nítidas.

AI – Aperture Indexing

FD são as lentes de foco manual da Canon. Possuem um sistema de alavancas e pinos mecânicos que transmitem informações de abertura para o corpo da câmera.

EF – Electro Focus

É um sistema totalmente electrônico de transmissão de informações da lente para o corpo da câmera, desenhados exclusivamente para o sistema EOS.

EF-S – Electro Focus Short Back Focus

São lentes projectadas para as camâras digitais EOS equipadas com sensores APS-C, não devem ser utilizadas nas camâras Full Frame. São mais compactas, com menos elementos ópticos. São identificadas por um ponto quadrado branco localizado próximo do encaixe da objectiva.

EOS – Electro-Optical System

Lentes controladas electronicamente, sem dispositivos mecânicos para ajuste de foco ou abertura.

UD – Ultra Low-Dispersion Glass

Têm cristais com um índice de refracção menor que o de cristais comuns, permitindo fotografias com maior fidelidade de cores.

L

São as lentes top da Canon, feitas com os melhores elementos, asféricos, trtamento apocromático e anti-reflexo, cristais UD, S-UD. Possuem foco e rectofoco da última geração, sendo muito rápidas a focar.
Lentes da linha profissional
L significa Low-Dispersion para uns e para outros Luxury.

DO – Diffractive Optics

Esta tecnologia permite lentes menores e com maior correcção de aberração cromática, sem comprometer a qualidade da imagem. Os seus elementos ópticos trabalham em conjunto para diminuir as distroções da imagem.
A qualidade é tão boa que chega a rivalizar com algumas lentes da série L, e são mais baratas.

USM – Ultrasonic Motor

Trabalham com motores ultrassônicos, que realizam movimentos induzidos por vibração de alta frequência para fazer o auto-foco.
Foco rápido e silencioso. As mais caras FTM (Full-time Manual) permitem o foco manual a qualquer momento, as mais baratas não suportam este sistema.
Normalmente as lentes USM são da série L, mas não pertencem a essa séria, são identificadas por uma faixa dourada no final do corpo.

IS – Image Stabilization

Permitem fotografar em velocidades baixas, diminuindo o efeito de vibração nas imagens. Estabilizam a imagem a partir de sensores que identificam o tremor e movem pequenos motores compensando a vibração.

TS-E – Tilt Shift Lens

As lentes TS-E corrigem a distorção das lentes na prespectiva.
Com essas lentes, o fotógrafo controla em que ângulo vão estar os planos que limitam a profundidade de campo.
Lente ideal para arquitectura, fotografia de interiores.



Estudio Fotográfico Profissional

Retrato

Retrato é a representação artística de uma pessoa.

Os fotógrafos aprenderam com os artistas plásticos, a famosa regra dos terços, assim como os cineastas e a televisão
No retrato clássico, a regra dos terços diz que os olhos da pessoa fotografada devem estar à altura de um terço superior, assim como a linha do horizonte na paisagem.

Não podem fazer-se retratos sem se ter em conta o caráter nem o aspecto do sujeito a fotografar.
Um bom retrato deve transmitir o estado de ânimo no momento do disparo.

É importantísimo observar à pessoa que se pretende retratar.

Há muitas formas de ressaltar a fisionomia da personagem jogando com a luz, o fundo, a perspectiva e a composição.

No caso da luz, é importante que tenha sombras na cara que ressaltem as feições.

No caso do fundo é recomendável tirar-lhe importância fazendo-o impreciso.
É muito importante escolher e eleger com cuidado o fundo da imagem, não devem aparecer elementos que disturbem, para que não se confunda o motivo principal.
O fundo deve ser reconhecível, e criar uma composição harmoniosa. 

A objetiva perfeita para o retrato de rosto é de longitude focal igual ao dobro da diagonal do formato do fotograma, (80-100mm para o formato 24x36).
No retrato a cara ocupará quase toda a cena. É recomendável que se vejam ao menos os ombros da pessoa.

Cuidados e Dicas de Manutenção com Máquinas Fotográficas



Falar em manutenção preventiva das máquinas fotográficas temos de ter em conta o "bom senso".
O bom senso indica que, tudo o que for agressivo para metais, vidros e plásticos, é agressivo também para aparelhos fotográficos e afins.
Manter sempre o nosso material em ordem.
As câmaras fotográficas devem ser sempre guardadas em lugares arejados, nunca em armários de roupa, gavetas, nem nas malas fotográficas, estas devem servir apenas para o transporte de material.
Deve evitar-se lugares húmidos e escuros, pois proporcionam a proliferação de fungos, maus para as objectivas e sensores das câmaras digitais.

Cuidado com as câmaras digitais:
Limpeza interior "sensor" deve ser limpo por profissionais, os serviços técnicos da marca.
Contudo existe material especifico para que nós o possamos fazer, mas com os devidos cuidados o de não riscar o vidro do sensor ou pior ainda dar cabo do mecanismo de obturação, que é o que acontece frequentemente.

Cuidado com as objectivas:

Primeiro comprar sempre um filtro protector UV ou Skylight para colocar na frente da objectiva.
Limpar sempre as objectivas com produtos próprios.
Os produtos para limpeza dos óculos são sempre para evitar pois deterioram o coating "tratamento anti-reflexo" das objectivas.